Mindset para a alimentação saudável ~ como começar a comer de forma nutritiva

613

Olá olá, e bem-vindos outra vez à série "como começar a comer de forma nutritiva"! Hoje vamos falar acerca do mindset que devemos tentar criar para nos alimentarmos de forma nutritiva, intuitiva, agradável e para a vida.

Esta é a terceira parte do "guia de alimentação saudável para quem está a começar" e podem encontrar os outros posts/vídeos aqui:
Parte 1: Básicos da Nutrição ~ guia de alimentação saudável para iniciantes
Parte 2: Vamos tornar a alimentação saudável mais fácil
Parte 4: O que tenho na minha cozinha plant-based

Se preferirem, podem ver o vídeo em vez de ler o post!

Conhece o teu "porquê"

Saber exatamente o porquê de quererem manter uma alimentação mais saudável é tão tão importante. A probabilidade de fazerem fazerem alguma coisa a longo prazo porque alguém vos diz que o devem fazer é muito baixa, mas se souberem exatamente as razões e os benefícios de o fazer, será muito mais fácil manter esses hábitos a longo prazo e retomá-los quando você saem "da linha". Portanto, devem sentar-se e pensar sobre as vossas razões para comer de forma saudável - é porque querem melhorar os vossos níveis de energia? Prevenir doenças? Simplesmente para melhorar a vossa saúde? Há tantos motivos válidos, mas recomendo que pensem em razões que sejam efetivamente importantes para vocês (e não para os outros) e que perdurem no tempo. Quantas mais razões conseguirem encontrar, melhor!

Agora deixem-me dar-vos algumas ideias ... As mais conhecidas são, claro, a redução do risco de doenças crónicas como o cancro, diabetes, doenças cardíacas, obesidade... Mas aqui estão algumas outras:

  • Uma dieta completa dá-vos os nutrientes necessários para evitarem deficiências, como a falta de ferro ou vitamina B12 - que podem levar a outros problemas desde a falta de energia a alguns tipos de anemia...
  • Uma dieta cheia de alimentos menos processados e embalados é melhor para o meio ambiente. Menos embalagens equivale a menos lixo não biodegradável.
  • No que toca à beleza, que também é importante - uma dieta nutritiva é essencial para manter unhas, cabelo e pele saudáveis. Pode ajudar desde a redução da acne até a redução da formação de rugas.
  • Melhora a saúde da boca: açúcares, hidratos de carbono refinados e alguns aditivos, por exemplo, presentes em refrigerantes, prejudicam os dentes e as gengivas.
  • * Uma dieta boa também vos mais energia e melhora o vosso bem-estar no geral - é provável que se sintam mais alertas, motivados, com menos desconforto gastrointestinal… E esta lista podia continuar infinitamente!

Então, conhecendo estes benefícios todos, perguntem-se por que é que querem comer de forma mais saudável... Anotem todos os benefícios de o fazer e revejam-nos quantas vezes forem necessárias... Sempre que se sentirem desmotivados ou "a descarrilar ", revejam o vosso "porquê" e assim será será muito mais fácil retomar aos vossos hábitos saudáveis.

Healthy-vegan-mango-mousse-2
Healthy & Vegan Mango Mousse

Aprendam a gostar do processo

Isto é algo de que fui culpada por algum tempo (principalmente quando entramos na universidade e começamos a aprender sobre os alimentos e nutrientes em profundidade)... Eu obrigava-me a comer de certa forma porque tinha tinha que fazê-lo, mas isso levava a desejos, dificuldades e frustração. Nunca mais! Depois de começar a prestar atenção ao meu "porquê" e aos sinais que meu corpo me dava, comecei a comer de forma saudável porque eu queriae porque começar nutrir-me teve um impacto tão positivo na forma como me sinto! Pelo contrário, comer uma grande quantidade de alimentos processados deixa-me letárgica, com mau humor e azia. As pistas de como alimentos diferentes vos fazem sentir estão lá... só precisam de as ouvir.

Vamos tentar evitar comer os alimentos "não tão bons" e comer muito dos "muito bons", de forma natural e intuitiva e deixar de lado a mentalidade do "não volto a comer isto!" ou "queria tanto, mas não posso". Vamos reformular e dizer coisas como "vou dar-me a liberdade de comer este alimento quando realmente sentir vontade" ou "hoje escolho não comer este alimento porque a maneira como me faz sentir depois não vale a pena".

Assim, a nossa mentalidade muda do NÃO POSSO para o NÃO QUERO. E isso tira o poder de regras externas impostas por não sei quem e coloca o poder no que vocês querem.E eu prometo que esta mudança de mindset é transformadora.

zest-and-the-city-ana-rebelo

Alimentação saudável é auto-cuidado

Aqui está outra grande mudança de mentalidade que pode ser desafiadora no início, mas, oh, tão gratificante. Lembre-se de que fazer escolhas saudáveis é uma forma de praticar o auto-cuidado. A comida não é uma recompensa e o exercício não é um castigo. Ambos são formas de cuidar do seu corpo e de ajudá-lo a se sentir bem. Você merece ambos. Esqueça a ideia de se recompensar com uma tigela de batatas fritas ou de treinar por mais uma hora comendo uma fatia de bolo. Basta eliminar qualquer tipo de recompensa e punição em torno da conversa sobre comida e exercícios.

Respeitem a vossa individualidade

Algo tão importante, respeitem que vocês são vocês, e mais ninguém são vocês! Podem ser altos, podem ser baixos. Você pode ser ioguis ou surfistas. Podem ser um estudante universitário ou uma enfermeira que trabalha por turnos e que tem muita atividade. Todos nós temos formas e rotinas tão diferentes, porque é que as nossas dietas não deveriam ser diferentes também? A versão saudável de cada um de nós é muito diferente e é normal que alguns de vocês sintam mais fome que outros, é normal que não sintam que saltar o café da manhã ou fazer jejum intermitente seja para vocês. Podem preferir comer com mais ou menos frequência, em quantidades maiores ou mais pequenas, com uma dieta mais rica em hidratos ou gordura ... e tudo bem, se funcionar para vocês! Têm apenas de ter a certeza de que ouvem o vosso corpo e os vossos sinais de fome e de que têm uma dieta com os nutrientes de que precisam.

mindset-for-healthy-eating-1

Não comparem a vossa jornada com a de outros

Eu sei que não é fácil não compararmos as nossas medidas, peso, restrições e dieta com as de outras... Estamos tão habituados a fazê-lo com tudo - salários, casas, notas - que era inevitável que o fizéssemos também com o nosso corpo, especialmente no que toca à estética. Mas é tão importante trabalharmos esta área e percebermos que TODA a gente é diferente, e que o nosso processo de perda de peso, a nossa dieta ou as nossas medidas são nossas... e dependem de tantos fatores quer modificáveis quer não, que tentarmos chegar às medidas, à perda de peso ou à dieta de outra pessoa só leva a frustrações e "desistências". Alguma destas frases vos é familiar?

“Estou a fazer o suficiente?”
“Estou a restringir o suficiente?”
“Por que é que não estou a perder tanto peso?”

Se sabem que estão a fazer o que é correto para vocês, quer seja por alimentação intuitiva ou recomendação de um nutricionista, não comparem o vosso progresso com o de outras pessoas. Dêem ao vosso corpo o tempo que precisa para se ajustar aos vosso novos padrões... E se por acaso surgirem pensamentos de comparação, saibam que cada pessoa é diferente. Todos temos níveis diferentes de atividade, metabolismos, rotinas, gostos...

Além disso, questionem-se também aquilo com o que se estão a comparar é realista e se reflete o que é uma "alimentação saudável" e equilibrada. Podem estar a comparar os vossos hábitos a hábitos alimentares “não tão saudáveis assim” baseados em desinformação e num mau relacionamento com a comida. E se mesmo depois de se fazerem, essas perguntas, ainda se sentirem afetados e com dúvidas, simplesmente evitem essas fontes de comparação ... Evite conversas ou contas nas redes sociais que vos fazem duvidar de vocês mesmos e dos hábitos alimentares que sabem ser adequados a vocês. 

Todos nós conhecemos aquela pessoa que se consegue alimentar de forma saudável 100% do tempo (eu não sou essa pessoa e não quero!), que tem tempo e motivação para treinar todos os dias, que teve uma grande transformação corporal... e essa pessoa pode ser uma fonte de inspiração, mas não deve nunca ser uma fonte de comparação ou vos deve fazer questionar a vossa própria jornada. Saiba que essa pessoa, apesar de ter todo o mérito, não é a norma. São normalmente um outlier. E, para a maioria de nós, comuns mortais, uma alimentação saudável é mais uma linha ligeiramente ondulada do que uma linha perfeitamente reta. Uma linda linha às ondas. 

mindset-for-healthy-eating

Um dia de cada vez

Pode ser fácil cair na armadilha de pensar apenas nos objetivos e no caminho todo que tens de percorrer para chegar lá... Muitas vezes caminhos longos, e com algumas dificuldades, certo? E claro que é bom, olharmos para os nossos objetivos e saber para onde vamos... Mas focarmo-nos apenas no longo prazo e no quão difícil é lá chegar, pode causar mais mal que bem. Então digo sempre para se focarem no presente, uma refeição de cada vez, uma ida ao supermercado de cada vez, um treino de cada vez... Vão fazendo. Sem pensar no número de treinos ou refeições que demora a chegar a vosso objetivo.

O tempo vai passar, quer façam o melhor para vocês ou não! Daqui a um ano ou dois anos, podem olhar para trás e ver o quanto fizeram, mesmo que não tenha sido 100% perfeito 100% do tempo... ou podem olhar para trás e pensar no que podiam ter feito

Todas as refeições, todos os dias, trazem novos sucessos... Foquem-se nesses pequenos sucessos tanto quanto se focam naquele objetivo gigante que demora mais tempo a chegar.


Espero que tenham gostado deste post e que vos ajude a começar a comer saudável de forma sustentável, fácil e agradável! No próximo post e vídeo desta série vou trazer-vos para a minha cozinha e mostrar-vos o que tenho no meu frigorífico e armários. Enquanto isso, podem explorar outros artigos que tenho no blog:

Se quiserem encontrar mais conteúdo sobre nutrição, hábitos saudáveis e produtividade, juntem-se à nossa comunidade no InstagramFacebook e no YouTube. Desejo-vos uma semana ótima e saudável!

Deixa um comentário!

O seu endereço de email não será publicado.

Close
Zest & The City © Copyright 2020. Todos os direitos reservados.
Close